segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

O ESPÍRITO SANTO NOS CONVENCE


João 14-16-17 e 16:7-8 à “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que esteja para sempre convosco; O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós”.
Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que Eu vá; porque, se Eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando Eu for, vo-lo enviarei. E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo”.
Muitas vezes eu me pergunto por que o mundo tem tanta dificuldade em aceitar a Palavra de Deus. Digo aceitar porque não admito que não recebam porque não entendem, pois, até sobre como entender, a própria Palavra de Deus ensina. Veja aí em I Cor 2:14 à "Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente".
Então o homem tem procurado entender a Palavra de Deus de acordo com o seu espírito, de acordo com o que agrada o seu coração, mas, Deus diz que o coração do homem é enganoso, portanto, não deve prevalecer Provérbios 19:21 à "Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do SENHOR permanecerá".   Diz ainda que os pensamentos do homem não alcançam o entendimento de Deus: I Cor 2:9 à "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam".
(Isaías 55:9 à "Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos").
Deus é tão bom, que nos revelou tudo, ao ponto de entendermos até por que não entendemos. Deus é detalhista, e em seu detalhismo, além de nos conceder a Vida Eterna que é o Seu dom gratuito, conforme Romanos 6:23 à "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor", ou seja, Além de nos conceder a Salvação gratuitamente, através da graça, pelo Seu grande amor e infinita misericórdia, Ele nos envia o Seu Santo Espírito para nos convencer do nosso pecado, da Sua justiça e do Seu juízo. Assim, vejamos: Vs 8 àE quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.

1º convencimento descrito no texto áureo desta meditação:
VS 9 à Do pecado, porque não crêem em mim”. O homem tem rejeitado a Jesus. O mundo perverte a Palavra de Deus imputando a Jesus como apenas um profeta, ou como um espírito superior, ou como um filósofo que fala de amor, somente. Heresia. Colocar a Deus no mesmo rol de meros homens, filóosofos e pecadores, é anátema, é maldição.
Jesus Cristo é Deus, que se fez carne. João 1:1-2, 14 à “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade”. Quem quiser ainda assim confirmar a divindade de Cristo, leia o capítulo 14 de João.
O homem não consegue aceitar que Deus é Amor e que o Seu plano de salvação consiste na última e eterna aliança que é firmada no sangue de Jesus. Hebreus 13:20 à "Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas".
Veja como Deus é detalhista. Ele exorta para que ninguém caia na transgressão daqueles que não aceitam a Palavra de Deus: Hebreus 12:14-16 e 24 à “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Tendo cuidado de que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão...”.

Continuando no texto áureo, segundo convencimento:
VS 10 à Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais”.
O Espírito Santo também nos convence da justiça de Deus. Deus é amor, conforme I João 4 : 8 à"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor", mas, Deus é justiça Gálatas 6-7 à "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará".
Deus é amor, mas, aquele que não receber o Filho, o Verbo encarnado, a Palavra de Deus, não será justificado. João 3:16-18 à “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas, quem não crê já está condenado, porquanto, não crê no nome do unigênito Filho de Deus”.

E o terceiro convencimento do texto áureo:
VS 11 à “E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado”. Satanás é o príncipe deste mundo e já está julgado. E com ele a todos que não crêem na Palavra de Deus.
à Rom 14:10 à “Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo".
à João 8:42-47 à “Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes.  Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus.
Então, a verdade é a Palavra de Deus e Jesus Cristo é a verdade e é o único caminho que nos conduz a salvação eterna.
I João 1:7b; 8-9 à “...o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”.

Nenhum comentário: